ESTE SERVIÇO PODE CONTER TRADUÇÕES FEITAS PELO GOOGLE. O GOOGLE SE ISENTA DE TODAS AS GARANTIAS RELACIONADAS ÀS TRADUÇÕES, EXPRESSAS OU IMPLÍCITAS, INCLUINDO QUALQUER RESPONSABILIDADE EM RELAÇÃO À PRECISÃO, CONFIABILIDADE E QUALQUER DEVER IMPLÍCITO SOBRE SUA COMERCIALIZAÇÃO, ADEQUAÇÃO PARA UM FIM ESPECÍFICO E NÃO-VIOLAÇÃO.

Para sua conveniência, o site da Kaspersky Lab foi traduzido com a utilização do software de tradução Google Tradutor. Foram realizados esforços razoáveis para o oferecimento de uma tradução precisa; entretanto, as traduções automatizadas não são perfeitas e tampouco pretendem substituir a tradução qualificada de especialistas. Essas traduções são fornecidas como um serviço para os usuários do site da Kaspersky Lab e são exibidas "como estão". Não há nenhuma garantia de qualquer tipo, seja expressa ou implícita, sobre a precisão, confiabilidade, ou exatidão de quaisquer traduções feitas do inglês para qualquer outro idioma. Alguns conteúdos (como imagens, vídeos, Flash, etc.) podem não estar corretamente traduzidos devido às limitações do programa de tradução.

Virus.MSWord.Mentes

Classe Virus
Plataforma MSWord
Descrição

Detalhes técnicos

Este é um vírus de macro do Word criptografado. Ele contém dez macros: Killer, AutoExec, AutoOpen, DocClose, FileOpen, FileSave, AutoFechar, FileSaveAs, ListMacros, ToolsMacro.

O vírus foi replicado ao abrir um documento infectado, salvando e salvando com novo nome. A rotina de replicação apresenta apenas uma macro Killer, outras macros a chamam para espalhar o vírus. A sub-rotina de infecção no vírus é denominada "MENTES".

O autor do vírus deixa uma possibilidade de autodestruição: se o arquivo MY.INI existe no diretório do Windows, e contém a seção [Word Info] com a string "Kod = aaa", o vírus desativa sua rotina de infecção e remove todos suas macros.

O vírus é capaz de "roubar" documentos quando eles são salvos. Para fazer isso, o vírus grava o nome do arquivo C: LOGIN.SYS do documento fechado, data atual, hora e conteúdo do documento. Em seguida, ele conecta o disco HS_WORKHCOMMONSTUDENTTEMP e move para ele o arquivo C: LOGIN.SYS para a primeira unidade lógica habilitada para gravação. O nome do novo arquivo é ARCHIVE.A ??, onde '??' é o número de "10" até "50". Esse nome de arquivo também é salvo no arquivo PROG.INI no mesmo disco.

Ao entrar nos menus List / Macros e Tools / Macro Word, o vírus exibe o MessageBox e cancela a execução de rotinas de visualização de macros originais (stealth):


A função macro não está instalada.


Link para o original