ESTE SERVIÇO PODE CONTER TRADUÇÕES FEITAS PELO GOOGLE. O GOOGLE SE ISENTA DE TODAS AS GARANTIAS RELACIONADAS ÀS TRADUÇÕES, EXPRESSAS OU IMPLÍCITAS, INCLUINDO QUALQUER RESPONSABILIDADE EM RELAÇÃO À PRECISÃO, CONFIABILIDADE E QUALQUER DEVER IMPLÍCITO SOBRE SUA COMERCIALIZAÇÃO, ADEQUAÇÃO PARA UM FIM ESPECÍFICO E NÃO-VIOLAÇÃO.

Para sua conveniência, o site da Kaspersky Lab foi traduzido com a utilização do software de tradução Google Tradutor. Foram realizados esforços razoáveis para o oferecimento de uma tradução precisa; entretanto, as traduções automatizadas não são perfeitas e tampouco pretendem substituir a tradução qualificada de especialistas. Essas traduções são fornecidas como um serviço para os usuários do site da Kaspersky Lab e são exibidas "como estão". Não há nenhuma garantia de qualquer tipo, seja expressa ou implícita, sobre a precisão, confiabilidade, ou exatidão de quaisquer traduções feitas do inglês para qualquer outro idioma. Alguns conteúdos (como imagens, vídeos, Flash, etc.) podem não estar corretamente traduzidos devido às limitações do programa de tradução.

P2P-Worm.Win32.Benjamin

Data de detecção 04/01/2004
Classe P2P-Worm
Plataforma Win32
Descrição

Este worm usa a rede P2P de troca de arquivos do Kazaa para se espalhar. A rede do Kazaa permite que seus usuários troquem arquivos uns com os outros usando o software cliente Kazaa. Para saber mais sobre a rede Kazaa, visite seu site em: http://www.kazaa.com .

Benjamin é escrito em Borland Delphi e tem aproximadamente 216 Kb de tamanho – é compactado pelo utilitário AsPack. O tamanho de um arquivo pode variar muito, pois o worm encerra cada arquivo com "poeira" para mascarar.

Instalação

Em primeiro lugar, o worm mostra um relatório de erro falso:

Benjamin então se copia para o diretório% WinDir% SYSTEM como

EXPLORER.SCR

e cria duas chaves no registro do sistema:

[HKEY_LOCAL_MACHINESoftwareMicrosoftWindowsCurrentVersionRun] "Serviço do Sistema" = "C: WINDOWS SYSTEM EXPLORER.SCR" [HKEY_LOCAL_MACHINESoftwareMicrosoft] "syscod" = "0065D7DB20008306B6A1"

O worm é executado depois que o sistema é reiniciado.

Espalhando

A disseminação só pode ocorrer se o cliente KaZaa P2P (software) estiver instalado. Benjamin lê o registro do sistema para obter informações sobre o cliente Kasaa e cria o

% WinDir% TempSys32

Catálogo de diretórios que registra como o diretório acessível a todos os usuários da rede KaZaa. Ele preenche esse diretório com cópias de si mesmo listadas sob vários nomes diferentes de uma lista contida no corpo do worm.

Espalhando ocorre como segue. Uma "vítima" procurando por um arquivo na rede KaZaa o encontra na lista de arquivos acessíveis na máquina já infectada. Não suspeitando de um problema, o usuário faz o download desse arquivo e o abre, infectando, assim, sua própria máquina.

Efeitos

O worm abre o site benjamin.xww.de para exibir um anúncio.


Link para o original