ESTE SERVIÇO PODE CONTER TRADUÇÕES FEITAS PELO GOOGLE. O GOOGLE SE ISENTA DE TODAS AS GARANTIAS RELACIONADAS ÀS TRADUÇÕES, EXPRESSAS OU IMPLÍCITAS, INCLUINDO QUALQUER RESPONSABILIDADE EM RELAÇÃO À PRECISÃO, CONFIABILIDADE E QUALQUER DEVER IMPLÍCITO SOBRE SUA COMERCIALIZAÇÃO, ADEQUAÇÃO PARA UM FIM ESPECÍFICO E NÃO-VIOLAÇÃO.

Para sua conveniência, o site da Kaspersky Lab foi traduzido com a utilização do software de tradução Google Tradutor. Foram realizados esforços razoáveis para o oferecimento de uma tradução precisa; entretanto, as traduções automatizadas não são perfeitas e tampouco pretendem substituir a tradução qualificada de especialistas. Essas traduções são fornecidas como um serviço para os usuários do site da Kaspersky Lab e são exibidas "como estão". Não há nenhuma garantia de qualquer tipo, seja expressa ou implícita, sobre a precisão, confiabilidade, ou exatidão de quaisquer traduções feitas do inglês para qualquer outro idioma. Alguns conteúdos (como imagens, vídeos, Flash, etc.) podem não estar corretamente traduzidos devido às limitações do programa de tradução.

Virus.MSWord.Magnum

Classe Virus
Plataforma MSWord
Descrição

Detalhes técnicos

Este vírus de macro criptografado contém três macros: Magnum, ToolsMacro, ExtrasMakro. O vírus não possui nenhuma macro automática, mas obtém controle de outra maneira. Ao infectar um documento ou área de macros global, o vírus copia suas macros para lá e atribui a chave SPACE com a macro "Magnum". O MS Word salva essas informações e as restaura ao carregar macros globais ou abrir um documento infectado.

Como resultado, quando o MS Word está abrindo um documento infectado ou carregando macros globais, ele define a macro "Magnum" como rotina que será executada no pressionamento de tecla SPACE.

Depois de infectar macros globais, o vírus exibe uma caixa de mensagem com o texto:


MaGnUm
As macros ToolsMacro e ExtrasMakro estão lá para ocultar o vírus no sistema – ao selecionar Ferramenta / Macro, o vírus exibe o menu fictício que, em qualquer item (exceto CANCEL), exibe as mensagens de erro:

WordBasic Err = 7
Memória insuficiente!
WordBasic Err = 7
Não, por favor, arbeitsspeicher!
O vírus descarta o vírus DOS "HLLO.Havoc" usando o truque com o utilitário DEBUG – grava o despejo de vírus hexadecimal no disco e executa o DEBUG para convertê-lo no arquivo executável do DOS HTC.COM. Em seguida, o vírus acrescenta ao final do arquivo C: AUTOEXEC.BAT os comandos:

@echo off
htc.com
cls
e, em seguida, cria e grava no perfil do sistema (WIN.INI) o texto:

[DosVirus]
Instalado = Sim
Em 13 de abril, ele cria o arquivo NORMAL.DOT e grava as sequências para lá:

Você está longe de Mondlicht mit dem Teufel getanzt?
;-))
O Vírus Magnum! NJ 1996


Link para o original