ESTE SERVIÇO PODE CONTER TRADUÇÕES FEITAS PELO GOOGLE. O GOOGLE SE ISENTA DE TODAS AS GARANTIAS RELACIONADAS ÀS TRADUÇÕES, EXPRESSAS OU IMPLÍCITAS, INCLUINDO QUALQUER RESPONSABILIDADE EM RELAÇÃO À PRECISÃO, CONFIABILIDADE E QUALQUER DEVER IMPLÍCITO SOBRE SUA COMERCIALIZAÇÃO, ADEQUAÇÃO PARA UM FIM ESPECÍFICO E NÃO-VIOLAÇÃO.

Para sua conveniência, o site da Kaspersky Lab foi traduzido com a utilização do software de tradução Google Tradutor. Foram realizados esforços razoáveis para o oferecimento de uma tradução precisa; entretanto, as traduções automatizadas não são perfeitas e tampouco pretendem substituir a tradução qualificada de especialistas. Essas traduções são fornecidas como um serviço para os usuários do site da Kaspersky Lab e são exibidas "como estão". Não há nenhuma garantia de qualquer tipo, seja expressa ou implícita, sobre a precisão, confiabilidade, ou exatidão de quaisquer traduções feitas do inglês para qualquer outro idioma. Alguns conteúdos (como imagens, vídeos, Flash, etc.) podem não estar corretamente traduzidos devido às limitações do programa de tradução.

Email-Worm.Win32.Silver

Classe Email-Worm
Plataforma Win32
Descrição

Detalhes técnicos

Este é um worm perigoso que se espalha pelos canais de Internet e IRC, além de infectar a rede local. O worm em si é um aplicativo do Windows escrito em Delphi com cerca de 90K de tamanho (o worm também pode ser compactado por uma ferramenta de compactação PE EXE, portanto o tamanho do arquivo resultante pode ser menor do que o original).

Enviar e-mails

Para enviar e-mails infectados de computadores afetados, o worm tenta dois métodos diferentes. Primeiro de tudo, procura o mailer do Eudora instalado no sistema. Se houver um, o worm varre o banco de dados de e-mail de saída do Eudora (arquivo OUT.MBX), obtém endereços de e-mail de lá e envia e-mails infectados com a cópia do worm anexado para esses endereços. As mensagens do worm possuem:

Assunto: sobre a semana passada …
Texto: Por favor, reveja o anexo e volte comigo o mais rápido possível.
Clique duas vezes no ícone para abri-lo.

Anexar: c: silver.exe

Em seguida, o worm tenta instalar o sistema de email, não dependendo da marca. Para fazer isso, o worm usa funções MAPI: ele se conecta ao sistema de e-mail instalado, recebe mensagens de lá, lê endereços de e-mail e os utiliza para enviar suas cópias. Neste caso, as mensagens têm:

Assunto : Re: agora esta é uma boa foto 🙂
Texto: Pensei que você poderia estar interessado em vê-la
Anexar: naked.jpg.exe

Infectando clientes mIRC e PIRCH

Para afetar clientes de IRC, o worm procura por diretórios C: MIRC, C: MIRC32, C: PIRCH98 e sobrescreve scripts de IRC com um programa que envia cópia de worm para cada usuário que entra no canal afetado.

O script mIRC também possui recursos adicionais. Quando um usuário envia ao canal de IRC uma mensagem que contém o texto "silverrat", o worm responde àquele usuário com a mensagem "Eu tenho o vírus Silver Rat" (então o worm reporta ao mestre sobre computadores infectados). Se o texto "pyrealrat" for encontrado no canal, o script abrirá a unidade C: na máquina afetada como servidor de arquivos (que fornece acesso ao worm master a todos os dados na unidade C:).

Espalhando através da rede local

Para infectar computadores remotos na rede, o worm verifica todas as unidades de C: até Z: e procura o diretório WINDOWS lá. Se houver um, o worm se copia para lá e registra-se na seção de execução automática do Windows no arquivo WIN.INI ou no registro do sistema, dependendo da versão do Windows (Win9x ou WinNT). Assim, o worm é capaz de infectar computadores remotos caso suas unidades sejam compartilhadas para leitura / gravação.

Instalando no sistema

Para instalar-se no sistema, o worm se copia para diretórios com os nomes:

para o diretório do Windows: SILVER.EXE, SILVER.VXD, NAKED.JPG.EXE, NAKED.JPG.SCR
para C: dir de raiz da unidade: SILVER.EXE

O worm então se registra em campos de execução automática no registro do sistema:

HKCUSoftwareMicrosoftWindowsCurrentVersionRun
HKLMSoftwareMicrosoftWindowsCurrentVersionRun
HKLMSoftwareMicrosoftWindowsCurrentVersionRunServices
HKUSoftwareMicrosoftWindowsCurrentVersionRun

Todos esses campos conterão a instrução:

"Silver Rat" = WinDirsilver.exe

onde "WinDir" é o nome do diretório do Windows.

Como resultado, a cópia do worm é executada quatro vezes em cada inicialização do Windows. Para rodar mais vezes (e enviar mais e-mails infectados como resultado), o worm também afeta mais chaves de registro.

Afetando as chaves do registro

Aplicativos do Windows estão vinculados a extensões de nome de arquivo por registros especiais no registro do sistema. Esses registros apontam para o aplicativo que é executado para processar arquivos com extensão especificada. Quando um arquivo é aberto, o Windows obtém sua extensão e, em seguida, faz referência ao registro do sistema para obter o nome do aplicativo que processa arquivos desse tipo.

O worm usa esse recurso do Windows e modifica mais de 100 dessas chaves de registro – ele substitui a referência original aos aplicativos por uma referência à sua própria cópia (SILVER.VXD). O worm faz isso por três chaves diferentes por aplicativo:

shellopencommand
comando shelledit
Shellplaycommand

As chaves de registro corrigidas se parecem com as seguintes:

HKCRAIFFFILEshellopencommand = "C: WINDOWSsilver.vxd 33157"% 1 "%"
HKCRAIFFFILEshellplaycommand = "C: WINDOWSsilver.vxd 53157"% 1 "%"
HKCRASFFILEshellopencommand = "C: WINDOWSsilver.vxd 379157"% 1 "%"

onde os dígitos na linha são IDs para executar o arquivo host (veja abaixo).

A lista de aplicativos afetados (chaves de registro que vinculam a extensão de nome de arquivo ao aplicativo) é bastante grande e se parece com a seguinte:

 accesshtmlfile iqyfile regedit fonfile
 accessthmltemplate IVF regfile de arquivo GatewayFile
 AIFFFILE jpegfile SHCmdFile htafile
 AllaireTemplate JSFile SoundRec icsfile
 anifile ldap tgafile mhtmlfile
 artfile mailto txtfile MMS
 aspfile mic VBSFile MMST
 AudioCD MIDFile wab_auto_file MMSU
 aufile money Winamp.File NSM
 AVIFile MOVFile WinRAR MSBD
 Porta-arquivos MPEGFILE WinRAR.ZIP motiffile
 cdafile MPlayer WinZip Msi.Package
 Bate-papo mscfile wrifile Msi.Patch
 CSSfile msee WSFFile ofc.Document
 curfile msgfile x-internet-signup ofx.Document
 Unidade MSProgramGroup xbmfile pjpegfile
 DrWatsonLog Net2PhoneApp xmlfile PNM
 Excel.Workspace NetscapeMarkup xnkfile qwb.Document
 noticias de ftp xslfile rtsp
 giffile nntp m3ufile scpfile
 arquivo de script do arquivo de ajuda Notes.Link ASFFile
 hlpfile ossfile ASXFile SSM
 outlook de htfile ThemeFile de BeHostFile
 htmlfile PBrush ChannelFile TIFImage.Document
 http pcxfile chm.file ttffile
 https pngfile CMCD WangImage.Document
 icofile powerpointhtmlfile Gerenciador de Conexões Perfil Quadro Branco
 icquser ramfile eybfile WIFImage.Document
 inifile RealMedia File fndfile WSHFile

O worm armazena as chaves originais na outra chave de registro:

HKLMSoftwareRato de Prata

Essa chave contém a lista de todas as chaves que foram substituídas, conforme mostrado acima. Essa lista é usada pelo worm para executar o aplicativo original: o worm obtém o nome do aplicativo e a linha de comando dessa lista de "backup" e o gera.

Tal método de registro do sistema afetando é muito perigoso. Caso a cópia do worm seja removida do sistema, o Windows não poderá passar arquivos para o aplicativo listado acima. Como resultado, o Windows permanece basicamente não funcional depois disso. No caso de um arquivo da lista afetada ser aberto, ele relata uma mensagem de erro que o SILVER.VXD associado não pode ser encontrado.

O worm presta uma atenção especial aos arquivos de backup do sistema e se livra deles para impedir a restauração dos arquivos de registro do backup. Para fazer isso, o worm corrompe (substitui os primeiros 5K de cada arquivo por dados da lixeira) e apaga os arquivos:

USER.DA0 e SYSTEM.DA0 no diretório do Windows
SYSTEM.1ST no diretório raiz da unidade C:

Carga útil "Desinstalar"

O worm tem uma rotina de carga útil que é executada em um caso de "desinstalação".

O worm cria a chave "uninstall" no registro do sistema:

HKLMSoftwareMicrosoftWindowsCurrentVersionUninstallRato de Prata
DisplayName = "Vírus de Rato Prateado"
UninstallString = "c: silver.exe / uninstall"

Como resultado, o registro do worm é visível na janela ControlPanel / AddRemovePrograms como "Silver Rat Virus". No caso do botão "Remover" ser pressionado, o worm exibe a caixa de mensagem:

Sangue
"Eu tenho que devolver alguns vídeos" – American Psycho

e preenche com lixo a linha de cabeçalho na janela RecycleBin (veja a imagem).

Outras características

O worm procura por aplicativos antivírus ativos e os encerra com seus nomes:

Monitor AVP
Norton AntiVirus Auto-Protect
Norton AntiVirus v5.0
VShieldWin_Class
NAI_VS_STAT
McAfee VirusScan Scheduler
Alarme de zona
Classe WAMA NAMApp

Ele também procura por arquivos antivírus (bancos de dados) e os exclui:

* .AVC (AVP)
* DAAT (NAI)
BAVAP.VXD, NAVKRNLN.VXD (NAV)

O worm também tenta afetar os arquivos VBS, mas falha devido a um erro.


Link para o original