ESTE SERVIÇO PODE CONTER TRADUÇÕES FEITAS PELO GOOGLE. O GOOGLE SE ISENTA DE TODAS AS GARANTIAS RELACIONADAS ÀS TRADUÇÕES, EXPRESSAS OU IMPLÍCITAS, INCLUINDO QUALQUER RESPONSABILIDADE EM RELAÇÃO À PRECISÃO, CONFIABILIDADE E QUALQUER DEVER IMPLÍCITO SOBRE SUA COMERCIALIZAÇÃO, ADEQUAÇÃO PARA UM FIM ESPECÍFICO E NÃO-VIOLAÇÃO. Para sua conveniência, o site da Kaspersky Lab foi traduzido com a utilização do software de tradução Google Tradutor. Foram realizados esforços razoáveis para o oferecimento de uma tradução precisa; entretanto, as traduções automatizadas não são perfeitas e tampouco pretendem substituir a tradução qualificada de especialistas. Essas traduções são fornecidas como um serviço para os usuários do site da Kaspersky Lab e são exibidas "como estão". Não há nenhuma garantia de qualquer tipo, seja expressa ou implícita, sobre a precisão, confiabilidade, ou exatidão de quaisquer traduções feitas do inglês para qualquer outro idioma. Alguns conteúdos (como imagens, vídeos, Flash, etc.) podem não estar corretamente traduzidos devido às limitações do programa de tradução.
Classe
Virus
Plataforma
MSOffice

Classe principal: VirWare

Vírus e worms são programas maliciosos que se auto-replicam em computadores ou através de redes de computadores sem que o usuário esteja ciente; cada cópia subsequente de tais programas maliciosos também é capaz de se auto-replicar. Programas maliciosos que se espalham através de redes ou infectam máquinas remotas quando são ordenados pelo “proprietário” (por exemplo, Backdoors) ou programas que criam múltiplas cópias que não podem se auto-replicar não fazem parte da subclasse Vírus e Worms. A principal característica usada para determinar se um programa é ou não classificado como um comportamento separado dentro da subclasse Vírus e Worms é como o programa se propaga (ou seja, como o programa malicioso espalha cópias de si mesmo via recursos locais ou de rede). como arquivos enviados como anexos de email, através de um link para um recurso web ou FTP, através de um link enviado em uma mensagem ICQ ou IRC, via redes de compartilhamento de arquivos P2P, etc. Alguns worms são distribuídos como pacotes de rede; estes penetram diretamente na memória do computador, e o código do worm é então ativado. Os worms usam as seguintes técnicas para penetrar em computadores remotos e iniciar cópias de si mesmos: engenharia social (por exemplo, uma mensagem de email sugerindo que o usuário abre um arquivo anexado), explorando erros de configuração de rede (como copiar para um disco totalmente acessível) e explorando lacunas na segurança do sistema operacional e do aplicativo. Os vírus podem ser divididos de acordo com o método usado para infectar um computador: vírus de arquivo vírus do setor de inicialização vírus de macro vírus de script Qualquer programa dentro dessa subclasse pode ter funções adicionais de cavalo de Tróia. Também deve ser notado que muitos worms usam mais de um método para distribuir cópias via redes. As regras para classificar objetos detectados com múltiplas funções devem ser usadas para classificar esses tipos de worms.

Classe: Virus

Os vírus replicam nos recursos da máquina local. Ao contrário dos worms, os vírus não usam serviços de rede para propagar ou penetrar em outros computadores. Uma cópia de um vírus só chegará aos computadores remotos se o objeto infectado, por algum motivo não relacionado à função de vírus, estiver ativado em outro computador. Por exemplo: ao infectar discos acessíveis, um vírus penetra em um arquivo localizado em um recurso de rede, um vírus se copia para um dispositivo de armazenamento removível ou infecta um arquivo em um dispositivo removível que um usuário envia um email com um anexo infectado.

Plataforma: MSOffice

O Microsoft Office é um pacote multiplataforma de aplicativos de produtividade publicado pela Microsoft. Aplicativos do Office são compatíveis com vários tipos de arquivos e conteúdo.

Descrição

Detalhes técnicos

Quando o vírus é ativado a partir de um documento do Word infectado, ele primeiro desabilita a proteção antivírus do Word, verifica o modelo NORMAL.DOT e, em seguida, procura presença de vírus. Se esse arquivo ainda não estiver infectado, o vírus considerará o sistema não infectado e começará a inserir outros componentes do Office. Essas operações contêm três etapas: infecção pelo Word Infection, Excel Infection e PowerPoint.

1. A infecção do Word é a operação mais simples deste vírus. Apenas copia seu código do documento atual para o modelo normal (NORMAL.DOT).

2. A infecção do Excel é mais complexa. Primeiro de tudo, o vírus inicia uma nova instância do Excel usando a função CreateObject ("Excel.Application"). O vírus, em seguida, verifica o arquivo BOOK1 na pasta de inicialização do Excel. Caso este arquivo não esteja presente, o vírus infectará o Excel. Durante isso, o vírus desativa a proteção antiviral do Excel no registro do sistema, cria um novo WorkBook, copia seu próprio código para ele e salva esse arquivo com o nome BOOK1 na pasta de inicialização do Excel. Cada planilha dessa pasta é carregada automaticamente quando o Excel é iniciado e, como resultado, o Excel é infectado na próxima reinicialização.

3. A infecção no PowerPoint é a mesma do Excel: o vírus cria uma nova instância do PowerPoint, verifica uma apresentação chamada 'Presentation.pot em branco' na pasta de modelos do PowerPoint e tenta localizar um módulo chamado 'Triplicate' nela . Se este módulo não estiver presente, o vírus infecta o PowerPoint: ele desativa a proteção antiviral no registro do sistema, cria um novo módulo 'Triplicate' no 'Blank Presentation.pot' e copia seu código de vírus para ele. Depois disso, o vírus adiciona uma nova 'forma' à apresentação, com largura e altura iguais às da largura e altura do slide, e define o procedimento de ativação dessa forma como "actionhook ()" (esse procedimento será ativado quando usuário clica nessa forma).

Finalmente, o vírus verifica a infecção atual do documento do Word e a infecta se ainda não tiver sido infectado. Essa ramificação da rotina de vírus é executada apenas no caso em que o vírus é carregado de um modelo infectado e um novo documento não infectado é fechado.

Infecção via planilhas e apresentações

Os procedimentos do Excel e do PowerPoint são os mesmos, exceto por alguns pequenos detalhes.

O arquivo BOOK1 na pasta de inicialização do Excel é usado pelo vírus como um identificador do Office infectado. Portanto, o vírus primeiro procura esse arquivo e infecta os aplicativos do Office se esse arquivo não existir. Depois disso, o vírus tenta infectar o aplicativo Word.

1. O vírus obtém objetos 'Word.Application'. Aqui, o vírus usa outra função para obter um objeto. Em vez de CreateObjects (), o vírus usa a função GetObject (). Essa função obtém objetos da instância atualmente ativa do aplicativo. O vírus precisa disso para infectar NORMAL.DOT, que não pode ser acessado para gravação se já estiver aberto por outra instância do Word. Se o Word não estiver ativo no momento, o vírus acabou de criar uma nova amostra do Word.

Quando o aplicativo do Word é acessado, o vírus inicia sua rotina de distribuição. Exclui todo o código no modelo normal, cria o procedimento 'DisableAV ()' e copia um bloco do código do vírus, executa e exclui o código. Este procedimento curto (apenas oito linhas) desativa a proteção antiviral do Excel e do PowerPoint. Em seguida, o vírus copia seu código de um arquivo infectado para o modelo normal. A infecção do Word está completa.

2. Neste estágio, os aplicativos Excel e PowerPoint estão infectados. O vírus infecta a pasta de inicialização do Excel da apresentação do PowerPoint ou insere seu código no modelo do PowerPoint exatamente como descrito acima quando o vírus se espalha a partir de um documento infectado do Word.

O procedimento de ativação do PowerPoint tem um pequeno detalhe adicional: o vírus ativa seu código de infecção em uma base de sete, dependendo do contador aleatório do sistema.

Saiba mais

Descubra as estatísticas das vulnerabilidades que se espalham em sua região statistics.securelist.com

Encontrou uma imprecisão na descrição desta vulnerabilidade? Avise-nos!
Kaspersky Free Anti-Ransomware Tool for Business
Baixar ferramenta gratuita
Kaspersky Premium
Proteção completa para seus dispositivos, privacidade online e identidade
Premium
Confirm changes?
Your message has been sent successfully.